Início » Busca

Resultados da Busca

Justiça 2.0 »

Engajado na política de preservação ambiental, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro vai substituir códigos e livros utilizados nas sessões do Órgão Especial por conteúdos eletrônicos. A nova forma de consulta, acessada através do Sistema Eletrônico de Sessão de Julgamento (eSSJ), poderá ser realizada também pelos demais órgãos julgadores do Judiciário fluminense.

Justiça 2.0 »

Tribunal de Justiça de São Paulo 2 de outubro de 2013

O Tribunal de Justiça de São Paulo celebrou ontem (1º) convênio para citação por meio eletrônico com as empresas Claro, Telecomunicações – Embratel e Embratel TVSAT Telecomunicações. De acordo com os termos do convênio, a forma da citação será mediante simples comunicação dos dados cadastrais do processo, por meio de e-mail, enviado para as empresas conveniadas pelo cartório responsável.

Justiça 2.0 »

Tribunal de Justiça de São Paulo 31 de agosto de 2011

O Tribunal de Justiça de São Paulo promoveu hoje (31) a inauguração oficial de um novo serviço que beneficia os presos que cumprem pena no sistema carcerário do Estado. São totens com computadores nos quais os presos podem acessar pessoalmente o andamento de seus processos. Um dos equipamentos está instalado na Penitenciária Feminina Sant’Ana, na capital, onde a solenidade foi realizada. Essa unidade abriga 2.500 presas.

Justiça 2.0 »

Tribunal de Justiça do Acre 26 de julho de 2011

Ação que vai garantir maior rapidez, segurança e eficiência no trâmite processual. O TJAC iniciou nesta semana o processo de virtualização de todas as unidades judiciárias de Rio Branco. A Vara de Registros Públicos será piloto dessa etapa, que irá abranger 29 unidades da Capital. Uma das vantagens do processo de virtualização é a possibilidade de se divulgar na Internet – com amplo acesso à população -, os dados básicos de todos os processos em tramitação, incluindo o interior teor das decisões.

Justiça 2.0 »

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro 30 de maio de 2011 1 Comentário

A implantação do processo judicial eletrônico em substituição ao de papel é a principal arma do TJRJ para combater a morosidade e a burocracia, reduzir custos, melhorar o atendimento à população e dar transparência aos seus atos. Segundo o presidente do TJRJ, desembargador Manoel Alberto Rebêlo dos Santos, o sistema já é realidade em 24 serventias. A meta é estender a virtualização a todas as comarcas do Estado até 2015.

Notícias »

Tribunal de Justiça de São Paulo 31 de março de 2011

O TJSP faz um alerta para os golpes que vêm sendo aplicados em nome da instituição, geralmente induzindo à existência de ações indenizatórias em favor das vítimas. Os golpes mais freqüentes citam instituições de previdência privada, como Capemi Caixa de Pecúlios, Gboex, Montepio Mongeral e outras. O TJSP aproveita para informar que não expede ofícios solicitando nenhum contato telefônico para efetuar ou consultar qualquer depósito de resgate de valores.

Justiça 2.0 »

Para garantir a celeridade no funcionamento do Judiciário e uma resposta cada vez mais rápida e eficaz ao cidadão, o TJMG tem investido significativamente na melhoria de seus recursos na área de informática. Em 2011, apenas uma das ações da Diretoria-Executiva de Informática (Dirfor) é a expansão do sistema Themis, que informatiza as sessões de julgamento das Câmaras Cíveis e Criminais.

Justiça 2.0 »

Tribunal de Justiça do Paraná 14 de janeiro de 2011

O presidente do TJPR, desembargador Celso Rotoli de Macedo, implantou nesta quinta-feira (13) a 23ª Vara Cível de Curitiba, a primeira instalada na Capital em 25 anos. A Vara é totalmente informatizada. “Temos aqui uma Vara estatizada, com processos digitalizados. O Poder Judiciário está atento à necessidade de evolução para que preste um serviço mais ágil à população”, afirmou o presidente durante a solenidade de instalação da Vara.

Jurisprudência »

Tribunal Superior do Trabalho 27 de julho de 2015

A Quinta TST condenou a SET Sociedade Civil Educacional Tuiuti Ltda. a pagar R$ 10 mil a um professor como indenização por dano moral. O entendimento foi de que o uso comercial da sua imagem na Internet como integrante do corpo docente, mesmo após a rescisão contratual, implicou dano indenizável. A instituição manteve, por cerca de cinco meses após o término do contrato, em sua página na Internet, a identificação do professor como membro do corpo docente.

Justiça 2.0 »

Tribunal de Justiça de São Paulo 7 de novembro de 2011

A partir de hoje (7) os advogados devem peticionar de seus escritórios, ou de outros locais, sem a necessidade de se locomover aos fóruns. Pelo peticionamento eletrônico que agora é obrigatório nos processos digitais, além da facilidade e celeridade que advêm, a segurança das operações é garantida pela certificação digital.